Um Conto de Fadas - (Snowfire)


Um Conto de Fadas – (Snowfire)

 

Porque colocar esse filme em notícias? No início dos anos 60, sempre a infância, esse filmezinho dos estúdio da Walt Disney me deixou grandes recordações. Comecei a procurá-lo na internet e pelo mundo afora, +/- 6 anos, e nada, até que um grande cinéfilo, deu-me uma dica; pesquisando nos sites, achou, com cópia razoável, áudio inglês e sem legenda (não precisa, pois o filme é muito ingênuo, simples, onde o bem é mostrado de forma que não possa existir dúvida sobre o mal; a principal cena do filme é marcante e tinha me esquecido, quando os homens “bons” tentam dar os primeiros passos para domar o belo cavalo selvagem branco -cor de neve intenso- marcar com ferro a brasa e a pequena heroína do filme tira a blusa, toma o marcador de ferro em brasa, e tenta colocar direto na sua própria pele delicada; o filme já avisa no início, em legendas em inglês – sabendo um pouco de inglês já dá para entender – que você deve entrar no espírito da história, isto é, acreditar em Papai Noel, e que as crianças conseguem falar com os cavalos e eles compreendem tudo, retribuindo carinho, etc.).

A cópia é dos Estados Unidos, Richfield, e o canal é KABC-TV.

 

Los Angeles

Depois de vê-lo, continua com os seus méritos, simples, razoáveis nos seus 76 minutos de pura pureza e ingenuidade.

Valeu!

Obs.: Sinopse do filme você acha no site em “buscar”. Foi retirado de um livro chamado Guia Cultural de Filmes, que na época de sua edição, outubro de 1960 – era  dirigido por uma ordem religiosa, mais precisamente Humberto Didonet, Porto Alegre (dá para notar, o conteúdo religioso).

O filme foi comprado pelo site mundial www.paypal.com  e chegou com toda segurança possível. 





Outras notícias